top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

Polímeros no tratamento de água e efluentes - Parte 3

Esta é a última parte da série sobre os polímeros no tratamento de água e efluentes. Nela vamos apresentar as principais aplicações dos polímeros no processo de tratamento.


Os polímeros são muito importantes nos processos de tratamento físico-químicos das estações de tratamento e em alguns processos industriais, por auxiliar na formação dos flocos e aumentar a eficiência de separação entre as fases líquida e sólida da água, efluentes e lodos. Os polímeros podem ser aplicados sozinhos ou de forma combinada com outros coagulantes, como por exemplo, os sais de alumínio e ferro, dependendo do processo e do tratamento.


Os polímeros são aplicados na etapa de floculação, auxiliando na formação de flocos maiores e mais densos, aumentando a velocidade de separação dos flocos formados e favorecendo os processos de decantação e flotação.


Outra etapa no tratamento de efluente que utiliza os polímeros, é no desaguamento mecanizado para lodos adensados, como por exemplo, centrífugas decanter, prensas, mesas desaguadoras, entre outros. A adição do polímero faz com que os flocos do lodo se aglomerem e ganhe resistência mecânica no processo de deságue, esse comportamento favorece a separação da água que apresenta melhor clarificado e na remoção dos sólidos com menor umidade.


Os polímeros também podem ser aplicados em alguns processos industriais, como fibrocimento, papeleiras, mineração, perfuração, etc.


A aplicação de polímeros nos sistemas de tratamento de efluente, lodo adensado ou processos industriais, tem como principal finalidade, agregar qualidade para a água, efluentes ou produtos, tornando o processo mais rápido e eficiente.


É importante mencionar que a performance do polímero depende diretamente da condição da água, do efluente, do processo e da forma de aplicação, com isso, para que o polímero aplicado tenha a melhor performance, deve ser realizado testes em bancada, com Jar-Test, teste de inversão ou pequenos testes pilotos no cliente, pois cada polímero apresenta diferentes cargas (catiônicos, aniônicos e não-iônicos), e pesos moleculares.


A GR Química fabrica e fornece polímeros catiônicos, aniônicos e não iônicos, em emulsão e pó, para as mais diversas aplicações no tratamento de água, efluentes e lodo.


No vídeo você pode conferir um jar test com diferentes dosagens de polímero, e um teste de floculação e decantação de efluente de indústria metalúrgica mobiliária.


Saiba mais em: grindustria.com.br



60 visualizações0 comentário

Comments


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page