top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

5 de Junho - Dia Mundial do Meio Ambiente: Combate à Poluição Plástica

Celebrado em 5 de junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente é o principal veículo das Nações Unidas para estimular a conscientização e ação mundial pelo meio ambiente. Em 2023, na sua 50º edição, a data tem como tema “soluções para a poluição plástica” com o mote #CombataAPoluiçãoPlástica.

O mundo está sendo inundado por plástico. Mais de 400 milhões de toneladas de plástico são produzidas todos os anos, metade das quais é projetada para ser usada apenas uma vez. Desse total, menos de 10% é reciclado. Estima-se que de 19 a 23 milhões de toneladas acabem em lagos, rios e mares. Atualmente, o plástico entope nossos aterros sanitários, vaza para o oceano e é transformado em fumaça tóxica, o que o torna uma das maiores ameaças ao planeta.


Além disso, o que é menos conhecido é que os microplásticos chegam aos alimentos que comemos, à água que bebemos e até mesmo ao ar que respiramos. Muitos produtos plásticos contêm aditivos perigosos, que podem representar uma ameaça à nossa saúde.


A boa notícia é que temos ciência e soluções para enfrentar o problema - e muita coisa já está acontecendo. O que é mais necessário agora é uma onda de pressão pública e política para ampliar e acelerar as ações de governos, empresas e outras partes interessadas para resolver essa crise. Isso ressalta a importância de este Dia Mundial do Meio Ambiente mobilizar ações de todos os cantos do mundo.


O Dia Mundial do Meio Ambiente de 2023 mostrará como os países, as empresas e os indivíduos estão aprendendo a usar o material de forma mais sustentável, oferecendo esperança de que um dia a poluição por plásticos será história.


O Dia Mundial do Meio Ambiente de 2023 é sediado pela República de Côte d'Ivoire (Costa do Marfim) em parceria com os Países Baixos.



Este post foi patrocinado pela SanecomFibra, empresa especialista em equipamentos em Poliéster Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV) como medidores de vazão tipo Calha Parshall e Calha Palmer, Comportas Volante e Stop-log.


A empresa é exemplo na gestão dos resíduos sólidos. Todos os resíduos da produção são corretamente destinados e, quando possível, reaproveitados ou reciclados.


Mais de 60% da sobra do pó da fibra de vidro é reaproveitada como carga dentro das próprias peças. Todo processo de lixamento é feito em cabine e o pó é captado por sucção para ser reaproveitado. Não poluindo o meio ambiente, e diminuindo os resíduos.


Todas as peças são feitas para ter muitos anos de durabilidade, reduzindo o alto consumo e a geração de resíduos.


Saiba mais em: sanecomfibra.com.br



11 visualizações0 comentário

Commentaires


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page