top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

ETE coletiva de baixo custo para reúso na irrigação de hortaliças

Embrapa desenvolve Estação de Tratamento de Esgotos de baixo custo capaz de produzir um efluente de excelente qualidade, apto para o reúso na irrigação de hortaliças.


A estação de tratamento possui uma configuração compacta e foi dimensionada para dar vazão a um fluxo de efluentes gerado por até 500 pessoas, o que equivale a um volume diário de 50 m³ (50 mil litros), tendo seu custo de implantação estimado em R$ 80 mil (na época).


No protótipo de ETE configurado pelos pesquisadores, o tratamento do efluente ocorre nos níveis primário, secundário e terciário. Ao todo, são nove tanques, sendo três caixas de concreto e seis tanques de PVC, que desempenham diferentes processos até resultarem no efluente final. O tratamento inicia com a remoção de materiais mais densos como areia, terra, gordura, papel higiênico, entre outros, seguida da degradação da matéria orgânica a partir de processos anaeróbicos (sem a presença de oxigênio) pela ação de biomassa microbiana que gera biogás. Na sequência, ocorrem os processos de filtração em quatro etapas para remoção de ovos e cistos de vermes parasitas e, por fim, há a desinfecção por cloro.


Nos experimentos com alface irrigada por gotejamento não houve contaminação por coliformes e os padrões observados atendem às regulamentações da OMS.


Confira as imagens abaixo!



82 visualizações0 comentário

Commentaires


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page