top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

Medição de vazão com Calha Parshall e medidor ultrassônico

A medição de vazão é uma etapa indispensável em estações de tratamento de água e efluentes, pois permite controlar e otimizar os processos de tratamento, além de ser exigida pelos órgãos de fiscalização.

Existem vários métodos de medição de vazão disponíveis, e a escolha do método mais adequado depende do tipo de líquido, das condições de fluxo e das necessidades específicas de cada aplicação.


Um dos medidores de vazão mais utilizados em canais abertos é a Calha Parshall. O sistema é simples e consegue medir a vazão de líquidos com uma excelente precisão. É amplamente difundido nas estações de tratamento de água e esgoto.


A Calha Parshall consiste em uma calha com uma seção convergente, uma seção estrangulada chamada de “garganta” onde o líquido aumenta sua velocidade de escoamento, e uma seção divergente. O fundo da unidade é em nível na seção convergente, em declive na “garganta” e em aclive na seção divergente, criando um ressalto hidráulico. A calha é projetada de forma a proporcionar uma variação da altura da superfície livre do líquido, que é proporcional à vazão.


A medida da altura do líquido pode ser feita através de régua instalada na parede da calha, ou através de um sensor ultrassônico de nível. Este sensor não entra em contato com o líquido e permite a medida de forma automática e contínua, fornecendo a vazão instantânea e a vazão totalizada. Além disso, pode ser integrado com outros sistemas para controle e automação do processo de tratamento. Porém, para uma medida precisa, o sensor deve ser instalado e calibrado adequadamente.


Outra finalidade da Calha Parshall é a mistura de produtos químicos, devido à grande agitação promovida no líquido após passar pela garganta. É utilizada com frequência como misturador rápido nos processos de coagulação, com o coagulante sendo aplicado ligeiramente antes do turbilhonamento.



A SanecomFibra é um dos principais fornecedores de Calha Parshall em fibra de vidro (PRFV) no Brasil, e oferece o sistema completo com sensor ultrassônico e indicador local. Além disso, disponibiliza as opções de armazenamento dos dados por até 8 anos, monitoramento dos dados na nuvem pelo pc ou smartphone, e alimentação através de energia solar e baterias, para uso sem a necessidade da rede de energia elétrica da concessionária.


Saiba mais em: sanecomfibra.com.br



134 visualizações0 comentário

Comments


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page