top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

Poluição dos corpos hídricos: problemas causados pelo despejo de esgoto sem tratamento adequado

Já se sabe que o tratamento dos esgotos gerados é importante para o meio ambiente e para a saúde pública. Mas você sabe quais são os principais problemas causados nos corpos hídricos pelo despejo de esgoto sem o tratamento adequado? Abaixo apresentamos um resumo de cada um deles:


- DIMINUIÇÃO DO OXIGÊNIO DISSOLVIDO (OD): Quando o esgoto é lançado em um rio, por exemplo, determinados tipos de bactérias utilizam o oxigênio dissolvido na água para decompor a matéria orgânica, e outros para oxidar a amônia, dois dos principais contaminantes do esgoto. Quando o consumo do OD nestes processos é maior que a sua reposição pela atmosfera ou pelos organismos fotossintetizantes, ocorre uma diminuição da concentração do OD na água, podendo acarretar em mortandade de peixes e outros organismos aquáticos.


- EUTROFIZAÇÃO: este problema ocorre geralmente em ambientes lênticos, como lagos e barragens. O esgoto bruto possui nitrogênio e fósforo em sua composição, e o seu despejo em tais ambientes, sem o devido tratamento, promove um aumento da concentração de nutrientes na água. Junto com outros fatores, este excesso de nutrientes pode levar à proliferação excessiva de algas e um desequilíbrio do meio aquático, deixando o corpo hídrico com tom esverdeado. Esta superpopulação de algas pode causar diversos outros problemas, como odor e gosto na água, e mortandade de peixes.


- CONTAMINAÇÃO POR ORGANISMOS PATOGÊNICOS: Um dos mais importantes aspectos de poluição das águas é aquele relacionado com o fator higiênico, associado às doenças de veiculação hídrica. Os despejos de esgoto podem lançar uma gama de agentes transmissores de doenças, como bactérias, vírus, protozoários e helmintos. Isso pode não impactar a biota do corpo d'água em si, mas afeta alguns dos usos preponderantes a ele destinado, tais como abastecimento de água potável, irrigação e balneabilidade.

Existem outros problemas que também podem ser causados pelo despejo de esgoto sem tratamento adequado, como por exemplo:


- Diminuição da entrada de luz e oxigênio na água, consequência das espumas e óleos na superfície;

- Contaminação por metais pesados, algum produto químico tóxico, ou que altere as condições do corpo d’água, quando ocorre despejo de efluente industrial irregular na rede coletora de esgotos;

- Contaminação da água por fármacos, cosméticos e hormônios, conhecidos por contaminantes emergentes.


É importante destacar que os padrões de lançamento do esgoto tratado são definidos pelo órgão ambiental, com base na legislação vigente. A resolução federal que dispõe sobre as diretrizes para lançamento de efluentes é a nº 430/2011 do CONAMA, porém alguns estados possuem legislação própria, como é o caso do RS.


Este post foi patrocinado pela SanecomFibra, empresa parceira aqui do canal, e fornecedora de medidores de vazão e diversos produtos em PRFV.


Saiba mais em: sanecomfibra.com.br


108 visualizações0 comentário

Yorumlar


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page