top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

Vazamento de produtos químicos nas rodovias: a importância das bacias de contenção e comportas chave T

As rodovias são fontes geradoras de poluição pontual e difusa. Existe o risco do derrame de substâncias perigosas na pista, oriundas de acidentes que envolvam veículos que transportam essas cargas. Como consequência, o escoamento dessas substâncias pelos dispositivos dos sistemas de drenagem direcionados aos corpos hídricos, podem causar impactos significativos à qualidade da água e ecossistemas.


Infelizmente, houve recentemente um caso de vazamento de ácido sulfônico no município de Joinville (SC), provocado pelo acidente de um caminhão que transportava o produto químico. O acidente ocorreu no dia 29/01/24, e atingiu o Rio Seco, que é um afluente do Rio Cubatão. Por conta disso, a prefeitura de Joinville decretou situação de emergência no município e determinou a interrupção da captação de água da Estação de Tratamento de Cubatão. O objetivo é evitar que a substância chegue ao sistema e provoque contaminação.


Pelas imagens divulgadas, pode-se perceber uma grande quantidade de espuma gerada no Rio Seco, devido ao vazamento do ácido sulfônico, que é um produto químico utilizado para fabricação de detergentes e outros produtos domissanitários.



Uma alternativa existente para prevenção da contaminação dos recursos hídricos, em caso de emergências ambientais, especialmente aquelas decorrentes de acidentes com produtos perigosos, é a instalação de bacias de contenção ao final da calha de drenagem das rodovias. 


Estes dispositivos possuem a função de conter e armazenar produtos perigosos em casos de vazamentos decorrentes de acidentes rodoviários, e possuem uma válvula de bloqueio (registro ou comporta) que torne a drenagem estanque, e que deve permanecer fechada. Esta alternativa requer a ação das equipes de emergência para o desvio ou fechamento imediato do sistema.


Um tipo de válvulas de bloqueio recomendada para esses sistemas é a comporta com acionamento através de chave T, pois possui capacidade estanque altamente eficaz e pode ser aberta ou fechada facilmente. Além disso, o material de fabricação da válvula de bloqueio, assim como da bacia de contenção, deve possuir alta resistência química, para que não haja problemas quando entrarem em contato com os produtos químicos a serem contidos.


A SanecomFibra fabrica comportas em PRFV (poliéster reforçado com fibra de vidro), que possui elevada resistência química a uma gama enorme de produtos químicos, e acionamento com chave T, que pode ser manual ou através de redutor e atuador elétrico.



27 visualizações0 comentário

Comments


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page