top of page
Faixa blog livros.png
Buscar

Antiespumante: saiba escolher o ideal para o seu processo.

Atualizado: 9 de fev.

Os antiespumantes são produtos químicos utilizados para controlar ou eliminar a formação de espuma em processos industriais, no tratamento de água e efluentes e eventualmente em pontos de lançamento de efluentes nos corpos hídricos.


A formação de espuma é um problema comum em muitos processos pois pode interferir na eficiência das operações e causar uma série de outros problemas. Além disso, o lançamento de efluentes contendo surfactantes (ou tensoativos) pode criar espumas no corpo hídrico devido à agitação da água, afetando a vida dos organismos aquáticos.


Os antiespumantes atuam reduzindo ou quebrando a tensão superficial da água, o que impede a formação de bolhas de ar que compõem a espuma. Eles também podem agir reduzindo a estabilidade das bolhas já formadas, fazendo com que elas se rompam mais facilmente.



Diversos tipos de antiespumantes estão disponíveis, sendo a escolha do tipo determinada pela natureza da espuma, do processo específico e dos componentes presentes na água. Os tipos mais comuns incluem:


- Antiespumantes à base de óleo: contém substâncias oleosas que se espalham sobre a superfície da água para quebrar a tensão superficial e romper as bolhas de ar.


- Antiespumantes à base de silicone: são compostos de polímeros de silicone que funcionam reduzindo a tensão superficial e coalescendo as bolhas de espuma.


- Antiespumantes à base de água ou álcoois graxos: são solúveis em água e possuem álcoois graxos em sua composição. Atuam evitando a formação de novas espumas e são biodegradáveis.


A dosagem de antiespumante necessária depende da quantidade de espuma presente e da eficácia do produto em uso. A dosagem excessiva pode ser prejudicial, portanto, é importante monitorar cuidadosamente a quantidade adicionada.


Os antiespumantes podem ser adicionados diretamente ao processo de tratamento, geralmente por meio de bombas dosadoras ou sistemas automáticos de dosagem.


Ao escolher um antiespumante, é importante considerar a compatibilidade com os outros produtos químicos utilizados no processo. Além disso, é importante escolher antiespumantes que sejam seguros para o meio ambiente e para a saúde.


No vídeo e na imagem é possível conferir a diminuição da espuma em um reator biológico aerado, após a aplicação de antiespumante à base de água produzido pela empresa GR Química.


A empresa GR Química é fabricante de produtos químicos para tratamento de água, esgoto, efluentes industriais, e segmentos da indústria papeleira, têxtil, alimentícia, de limpeza, petroquímica, lavanderia, laticínios, entre tantos outros.

Saiba mais em: grindustria.com.br



57 visualizações0 comentário

Comments


1.png
2.png
4.png
5.png

Consultoria em Redução de Custos e Reúso Agrícola de Lodos

bottom of page